ORAÇÃO DIÁRIA A PARTIR DO EVANGELHO

29 DE NOVEMBRO DE 2015


Evangelho segundo Lucas 21, 25-28.34-36

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas e, na terra, angústia entre as nações, aterradas com o rugido e a agitação do mar. Os homens morrerão de pavor, na expectativa do que vai suceder ao universo, pois as forças celestes serão abaladas. Então, hão-de ver o Filho do homem vir numa nuvem, com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, erguei-vos e levantai a cabeça, porque a vossa libertação está próxima. Tende cuidado convosco, não suceda que os vossos corações se tornem pesados pela intemperança, a embriaguez e as preocupações da vida, e esse dia não vos surpreenda subitamente como uma armadilha, pois ele atingirá todos os que habitam a face da terra. Portanto, vigiai e orai em todo o tempo, para que possais livrar-vos de tudo o que vai acontecer e comparecer diante do Filho do homem».



Segunda, 23: VIR

No próximo domingo, entramos no tempo de Advento. O que é o Advento? No evangelho, Jesus lembra-nos: «Hão de ver o Filho do homem vir…». O Advento é o tempo em que Jesus Cristo nos fala da sua vinda, seja do seu nascimento em Belém, seja da sua presença em nós ou da sua vinda constante ao nosso coração, ou ainda do seu regresso no final dos tempos! Jesus Cristo não é um homem do passado. É um homem que vem ao nosso encontro, hoje. Ele vem fazer história connosco, comigo. Por isso, tenho de me preparar. Vem, Senhor Jesus!



Terça, 24: SER ABALADO

Para falar da sua vinda, Jesus menciona sinais grandiosos no céu, no mar, na terra. Tudo é abalado. Haverá melhor forma de significar o desabar do mundo antigo com a vinda de Jesus Cristo? Com ele, o mundo avança para uma nova era. Com ele, sou levado/a a entrar na novidade de Deus. Isto mete-me medo? Vem, Senhor Jesus!



Quarta, 25: ESPERAR

Se é certo que Jesus virá a nós «com grande poder e glória», se o mundo que conhecemos será abalado, o que é que podemos fazer? Esperar. Esperar sem receio do que poderá acontecer. Mas esperar com um grande desejo de ver o Senhor vir ao mundo, à nossa história, à minha vida. Esperar aquilo que desejo na profundidade do meu ser: uma nova terra onde reinará a justiça e a paz. Esperar um mundo em que todos os pobres sejam saciados. Esperar um Reino no qual o sofrimento e os medos deixarão de existir. Esperar… Na minha oração, posso confiar a Deus aquilo em que espero realmente. Vem, Senhor Jesus!



Quinta, 26: ERGUER-SE

Jesus não esconde que os seres humanos morrerão de medo quando tudo isso acontecer. A novidade, a irrupção dum novo mundo, não vai alegrar espontaneamente toda a gente. E como estarão os discípulos de Jesus Cristo? «Quando estas coisas começarem a acontecer, erguei-vos e levantai a cabeça, porque a vossa libertação está próxima». Com medo? Não. Com confiança? Sim, e com a posturar erguida, de cabeça levantada e não de cabeça baixa. É a posição dos ressuscitados, dos salvos, dos que entram na vida nova. Por isso, hoje, rezo de pé, bem erguido, olhando o futuro de frente. Vem, Senhor Jesus!



Sexta, 27: TORNAR-SE PESADO

Jesus sabe que a espera pode ser longa. O nosso coração, cansado de esperar a vinda de Jesus Cristo, pode tornar-se pesado. Com o tempo, as «preocupações da vida» podem impor-se e distrair-nos da atitude correta para esperar e receber Jesus Cristo quando ele vier. Aliviar o coração, recentrar as preocupações é uma bela maneira de se preparar para o Natal. Vou fazê-lo? Vem, Senhor Jesus!



Sábado, 28: PERMANECER VIGILANTES

Como lutar contra o que nos desanima e nos distrai da espera daquele que amamos? Como combater os fardos da vida que com o seu peso nos fazem cair? Como fazer face à falta de esperança que, às vezes, nos faz curvar a coluna? Jesus não propõe soluções milagrosas, mas apela à nossa liberdade. Ele procura suscitar em nós um suplemento de liberdade convidando-nos a duas atitudes muito concretas. Antes de mais, pernanecer vigilantes. Por conseguinte, afastar de mim tudo o que anestesia a esperança e a coragem. Depois, orar em todo o tempo. Então, volto-me para o Senhor e conto-lhe agora e sempre a minha vontade. Vem, Senhor Jesus!



Domingo, 29: COMPARECER DIANTE DO FILHO DO HOMEM

O evangelho do primeiro domingo de Advento termina com uma atitude que marca o início deste tempo de Advento: estar preparado para comparecer diante do Filho do homem. Jesus não pede para estar de joelhos ou prostrado quando ele vier. Pede para estarmos de pé, que permaneçamos de pé. É a posição do homem/mulher livre, que se sabe salvo/a e que está de pé para receber o seu libertador. Então, neste domingo, aprendamos a estar de pé diante de Jesus Cristo, na eucaristia por exemplo (no momento da comunhão), ao dar uma oferta a um mendigo (figura privilegiada de Jesus Cristo), ao abrir os braços para acolher as crianças, ao abençoar a refeição partilhada em família ou entre amigos… Vamos, de pé!



© www.versdimanche.com
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2015


Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 25.11.15 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários