VIVER O DOMINGO PRIMEIRO DA QUARESMA

22 DE FEVEREIRO DE 2015


Evangelho segundo Marcos 1, 12-15

Naquele tempo, o Espírito Santo impeliu Jesus para o deserto. Jesus esteve no deserto quarenta dias e era tentado por Satanás. Vivia com os animais selvagens e os Anjos serviam-n’O. Depois de João ter sido preso, Jesus partiu para a Galileia e começou a pregar o Evangelho, dizendo: «Cumpriu-se o tempo e está próximo o reino de Deus. Arrependei-vos e acreditai no Evangelho».



STOP! Para e procura no deserto


Quarenta dias a caminhar. A caminhar para fora, mas sobretudo a caminhar para dentro. Mas, embora possa parecer estranho, temos de começar por sermos nós a parar. Pararmos para contemplar o deserto, para fazer silêncio na vida e ela se encha de sentido. Pararmos para encontrar a bondade de Deus nos seus anjos, em todas as pessoas que são boas como o pão e que nos alimentam. Pararmos para recusar o mal que se esconde em nós e nos outros.
STOP! Paremos para avançar neste caminho até à Páscoa. E, na inclemência do deserto, escutemos o sussurro de Deus.
Cuidado, não o avances, porque virá a «multa» do stress, do sem sentido, das pressas.

© Kamiano
© desenho de Patxi Velasco Fano — texto de Fernando Cordero
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2015
A utilização ou publicação deste texto precisa da prévia autorização do autor

Viver o domingo primeiro da Quaresma, no Laboratório da fé, 2015



Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 22.2.15 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários