REZAR, CELEBRAR, VIVER

Hoje, começamos a Quaresma

Ou melhor, hoje começamos o grande Tempo de Páscoa da Igreja. Quarenta dias de preparação para a Páscoa; e, depois, cinquenta dias de celebração da Ressurreição do Senhor e da presença salvadora do seu Espírito. É o tempo forte da comunidade cristã. > > >

Quarta-feira de Cinzas

explicada às crianças

O primeiro dia da Quaresma é um dia especial! É «Quarta-feira de Cinzas» ou «Dia das Cinzas». Chama-se assim porque, na igreja, depois da homilia, cada pessoa avança em direção ao padre para receber uma pequena cruz traçada sobre a fronte com as cinzas. > > >

Joel 2, 12-18

Convertei-vos a Mim de todo o coração

A crise é muito grave. O oráculo quer despertar os habitantes adormecidos. Diz o que é preciso fazer: «Convertei-vos a Mim de todo o coração». Deus pede, não uma simples mudança de roupa, mas uma mudança sincera, «de todo o coração» (de toda a vida). > > >

Rasgar o coração

O profeta fala de «rasgar o coração», de conversão. O «coração», na Bíblia, é a sede dos sentimentos, mas também das decisões. Há que mudar o coração, não cumprir umas normas externas; mudar os nossos sentimentos e as nossas decisões. > > >

Convertei-vos a Mim de todo o coração

O profeta chama a uma «conversão possível». A nossa fé não é num Deus justiceiro, mas num Deus «clemente e compassivo, paciente e misericordioso». O crente espera sempre uma nova «vinda de Deus», cheia de bênçãos. > > >

Escutar a melodia do presente

Abrir o ouvido do nosso coração

Somos convidados a reinterpretar e a reorganizar a nossa vida, a assumir uma nova atitude de escuta, a «retornar à audição» (José Tolentino Mendonça) dos desafios atuais. Uma das chaves que propomos passa pela «mística» do sentido da audição: «escutar a melodia do presente» (José Tolentino Mendonça). Aqui, «o desafio é atirar-se para os braços da vida e ouvir aí o bater do coração de Deus. Sem fugas. Sem idealizações». > > >

Primeira classe magistral

O estilo: sobre «a forma de ser» dos discípulos de Jesus Cristo

Rever o nosso estilo de anunciadores de Jesus Cristo é a primeira coisa a fazer, porque também nós, evangelizadores, «entramos pelos olhos». > > >

Ao ritmo da liturgia quaresmal

Quaresma... cinzas

Começamos um tempo litúrgico forte: o ciclo Quaresma-Páscoa. Deve ser uma nova oportunidade para renovar a nossa fé comunitária, e pessoal, para continuar com mais fidelidade a nossa vocação de discípulos de Jesus e de comunicadores do seu Evangelho, hoje. O grande objetivo é que cada crente e a comunidade cristã vivamos na atitude pascal de Jesus Cristo, caminhando para a vida em plenitude que ele nos oferece através da doação pessoal, de atitudes de serviço e não de domínio, de perdão e de reconciliação e nunca de ódio ou de exclusão. > > >

José Tolentino Mendonça

Quando (não) comer é uma oração

Na Quarta-feira [de Cinzas], os católicos começam um tempo de exercícios espirituais a que chamam Quaresma. Começam-no de uma forma, no mínimo, curiosa: com um dia de jejum (que voltam a replicar na Sexta-Feira Santa). Ora, um dado muito objetivo é a urgência de as comunidades católicas reencontrarem o sentido desta prática. [...] O que está em causa no jejum é a possibilidade de nos interrogarmos sobre algo mais fundo: aquilo que nos serve de alimento e a voracidade sonâmbula com que vivemos. > > >

Seguir Jesus Cristo

Oração para todos os dias da Quaresma

Senhor Jesus, eu quero seguir-te. Tu ias pelos caminhos e encontravas as crianças; encaminha-me para as crianças que precisam da minha ajuda. [...]  Senhor Jesus, eu quero seguir-te; coloco a minha mão na tua mão, os meus passos nos teus passos, o meu coração no teu coração. Amén. > > >

Mateus 6, 1-6.16-18

Teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa

Na minha família, a mãe nunca revelava ao pai, quando ele regressava do trabalho, as más ações que nós, os filhos, tínhamos feito durante o dia. Ela resolvia sempre os problemas à medida que surgiam. A chegada do meu pai era um momento de alegria. «O que é que se passou de bom, hoje?» — perguntava ele. E cada um contava as suas boas ações. E, a maior parte das vezes, o meu pai descobria que nem tudo tinha sido perfeito. Dizíamos que ele via através de nós. > > >

Tende cuidado em não praticar as vossas boas obras diante dos homens, 

para serdes vistos por eles

Uma advertência geral: «não praticar as boas obras apenas para ser vistos». As boas obras veem-se. Mas a intenção ao praticá-las não pode ser para que sejam vistas pelos outros. A intenção é sempre agradar a Deus. > > >

Rezar na Quaresma

Teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa.

Começas hoje este caminho até à Páscoa. Pode ser um caminho feliz. Começa por ler com calma, por meditar, o evangelho de hoje. > > >


Quando deres esmola.... quando rezares... quando jejuares...

Hoje começa este teu caminho de renovação. À tua frente, tens quarenta dias para um diálogo mais profundo com o Deus da vida. > > >


Quando rezares, entra no teu quarto, fecha a porta 

e ora a teu Pai em segredo....

Hoje começa este tempo de qualidade para a fé que se chama Quaresma. E começa com um convite à autenticidade. > > >

Preparar-se para a Ressurreição

Perfumar-se

Fomos convidados na Quarta-feira de Cinzas a manifestar o nosso desejo de conversão sem nos sentirmos obrigados a fazer uma cara de enterro! O perfume ocupa um lugar importante nos evangelhos: Marcos diz que onde quer que a boa nova venha a ser proclamada, se contará o gesto desta mulher, que ousou verter sobre a cabeça de Jesus um perfume de grande valor (Marcos 14, 9). Paulo falará do bom odor de Cristo (2Coríntios 2, 15). Então, como fazer? > > >

Quarta-feira de Cinzas, Laboratório da fé, 2015

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 18.2.15 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários