NÃO PODEMOS VIVER SEM O DOMINGO!


«Valorizar o domingo como centro de todo o ano litúrgico» — é o primeiro objetivo apresentado no programa pastoral (2013+14) da Arquidiocese de Braga. Com o intuito de «valorizar» o domingo, acompanhando os tempos litúrgicos, propomos um tema a partir da releitura da Carta Apostólica sobre a santificação do domingo — «O dia do Senhor» («Dies Domini»). Este itinerário tem como tema geral: «Não podemos viver sem o domingo!».

Domingo, DIA DE DESCANSO

Texto de reflexão para o domingo vigésimo primeiro

    67. Graças ao descanso dominical, as preocupações e afazeres quotidianos podem reencontrar a sua justa dimensão: as coisas materiais, pelas quais nos afadigamos, dão lugar aos valores do espírito; as pessoas com quem vivemos, recuperam, no encontro e diálogo mais tranquilo, a sua verdadeira fisionomia. As próprias belezas da natureza — frequentemente malbaratadas por uma lógica de domínio, que se volta contra o ser humano — podem ser profundamente descobertas e apreciadas. Assim o domingo, dia de descanso, dia de paz do ser humano com Deus, consigo mesmo e com os seus semelhantes, torna-se também ocasião em que o ser humano é convidado a lançar um olhar regenerado sobre as maravilhas da natureza, deixando-se envolver por aquela estupenda e misteriosa harmonia que, como diz Santo Ambrósio, por uma «lei inviolável de concórdia e de amor», une os diversos elementos do universo num «vínculo de união e de paz». Então, o ser humano torna-se mais consciente, segundo as palavras escritas pelo Apóstolo Paulo na Primeira Carta a Timóteo, de que «tudo o que Deus criou é bom, e não é para desprezar, contanto que se tome em ação de graças, pois é santificado pela palavra de Deus e pela oração» (4, 4-5).



    • Não podemos viver sem o domingo! — textos publicados no Laboratório da fé > > >



    Laboratório da fé celebrada, 2014
    Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 23.8.14 | Sem comentários
    0 comentários:
    Enviar um comentário

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    • Recentes
    • Arquivo
    • Comentários