REZAR O DOMINGO SEXTO DE PÁSCOA

25 DE MAIO DE 2014


Evangelho segundo João 14, 15-21

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Se Me amardes, guardareis os meus mandamentos. E Eu pedirei ao Pai, que vos dará outro Paráclito, para estar sempre convosco: Ele é o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não O vê nem O conhece, mas que vós conheceis, porque habita convosco e está em vós. Não vos deixarei órfãos: voltarei para junto de vós. Daqui a pouco o mundo já não Me verá, mas vós ver-Me-eis, porque Eu vivo e vós vivereis. Nesse dia reconhecereis que Eu estou no Pai e que vós estais em Mim e Eu em vós. Se alguém aceita os meus mandamentos e os cumpre, esse realmente Me ama. E quem Me ama será amado por meu Pai e Eu amá-lo-ei e manifestar-Me-ei a ele».



Segunda, 19: A HORA É GRAVE

...



Terça, 20: ELE PEDE POR NÓS

....



Quarta, 21: UM PARÁCLITO

Jesus anuncia um «Paráclito», um defensor, um advogado. Isto sugere que, mergulhados no mundo, somos chamados a enfrentar um adversário. Mas Jesus não concretiza se este adversário vem do exterior ou do interior de cada um de nós. Neste extraordinário processo, em caminho para a verdade, não podemos contar apenas com as nossas próprias forças: temos necessidade do Espírito Santo. Então, volto-me para o «Paráclito», dizendo-lhe: «Vem Espírito de Deus, defende-me contra o adversário».



Quinta, 22: OS OLHOS DA FÉ

O Espírito é proposto a todos, mas nem todos o recebem. Alguns, diz-nos Jesus, não o podem receber porque não o veem. É uma grande responsabilidade para nós: Como abrir suficientemente os olhos da fé para acolher o Espírito? Como me desembaraçar das «viseiras» que me impedem de o ver? Hoje, vou treinar a capacidade de ver o Espírito que opera no coração do mundo. É reconhecendo que o Espírito atua no outro e em coisas que não compreendo que me tornarei capaz de o receber!



Sexta, 23: RESSUSCITADO, PRESENTE!

Jesus anuncia que voltará para junto de nós, que o veremos vivo. Uma vida que é contagiosa, pois faz-nos esta promessa: «Eu vivo e vós vivereis». Para vivermos, precisamos de fazer a experiência do Ressuscitado: Ele revela-se nas Escrituras, nos movimentos do nosso coração, nos sacramentos, nos outros... Com o poeta jesuíta Didier Rimaud, peçamos ao Senhor para vigiar em todas as frentes: «volta os nossos sentidos para o interior, força os nossos passos à aventura!». Então, eu viverei!



Sábado, 24: ABERTO À TRINDADE

Jesus pede ao Pai para enviar o Espírito. Jesus Cristo vem até nós. Está no Pai e em nós... Relações cruzadas! Mas, nas últimas frases deste evangelho, todas as relações se encontram na palavra «amor». Jesus está envolvido pela dinâmica de relações que designamos com uma palavra que pode parecer demasiado abstrata: a Trindade. O mistério trinitário não é uma maneira complicada de falar de Deus: é o seu convite a entrar na dança para ser eu nele e ele em mim! Hoje, posso retomar lentamente a exortação cristã por excelência — «em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo» — e entrar nas ligações que unem as pessoas da Trindade entre elas e comigo. O amor abre. É o traço da ressurreição na minha vida.



Domingo, 25: AMAR – MANDAMENTOS – AMAR

O evangelho começa e termina com palavras que não parecem andar muitas vezes juntas: mandamentos e amar. «Se Me amardes, guardareis os meus mandamentos». Nós sabemos que não nos podemos contentar em dizer «amo-te»; mas também sabemos o quanto é difícil permanecer fiéis. A última frase insiste: «Se alguém aceita os meus mandamentos e os cumpre, esse realmente Me ama». Contudo, a questão permanece: como fazer? Não nos inquietemos se não somos grandes místicos. Uma fidelidade tranquila, um simples desejo de servir os irmãos e de seguir Cristo, não significa receber os seus mandamentos e entrar no seu amor? É já um caminho que conduz de forma certeira à ressurreição.



© www.versdimanche.com
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2014

Rezar o domingo sexto de Páscoa (Ano A), no Laboratório da fé, 2014

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 19.5.14 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários