FELIZ DAQUELA QUE ACREDITOU


Da Carta Encíclica do papa Francisco sobre a fé («Lumen Fidei»), 58: «O mártir São Justino, na obra Diálogo com Trifão, tem uma expressão significativa ao dizer que Maria, quando aceitou a mensagem do Anjo, concebeu ‘fé e alegria’. De facto, na Mãe de Jesus, a fé mostrou-se cheia de fruto e, quando a nossa vida espiritual dá fruto, enchemo-nos de alegria, que é o sinal mais claro da grandeza da fé. Na sua vida, Maria realizou a peregrinação da fé seguindo o seu Filho. Assim, em Maria, o caminho de fé do Antigo Testamento foi assumido no seguimento de Jesus e deixa-se transformar por Ele, entrando no olhar próprio do Filho de Deus encarnado».

Mistérios


  • PRIMEIRO MISTÉRIO
Maria vai à pressa. «Quando Nossa Senhora, assim que recebeu o anúncio que seria mãe de Jesus, e também o anúncio de que a sua prima Isabel estava grávida partiu à pressa; não esperou. Não disse: ‘Mas agora eu estou grávida, e devo cuidar da minha saúde. A minha prima terá amigas que talvez a ajudem’. Ela sentiu algo e ‘partiu à pressa’. É bonito pensar isto de Nossa Senhora, da nossa Mãe que vai à pressa, porque sente algo dentro de si: ajudar» (Francisco, Homilia a 26 de maio de 2013).

  • SEGUNDO MISTÉRIO
Maria vai para ajudar. «Maria vai para ajudar, e não para se gloriar e dizer à prima: ‘Escuta, agora sou eu que mando, porque sou a Mãe de Deus!’. Não, não agiu deste modo. Partiu para ajudar! E Nossa Senhora é sempre assim. É a nossa Mãe, que vem sempre depressa quando nós precisamos dela. Seria bonito acrescentar às Ladainhas de Nossa Senhora uma que reze assim: «Senhora que vai depressa, ora por nós!». Isto é bonito, verdade?» (Francisco, Homilia a 26 de maio de 2013).

  • TERCEIRO MISTÉRIO
Maria não se esquece dos seus filhos. «Maria vai sempre à pressa, Ela não se esquece dos seus filhos. E quando os seus filhos se encontram em dificuldade, quando têm alguma necessidade e a invocam, Ela vem à pressa. E isto dá-nos uma segurança, a certeza de ter a Mãe ao lado, sempre ao nosso lado. Vamos, caminhamos melhor na vida quando temos a mão próxima de nós. Pensemos nesta graça de Nossa Senhora, nesta graça que Ela nos concede: de estar próxima de nós, mas sem nos fazer esperar. Sempre!» (Francisco, Homilia a 26 de maio de 2013).

  • QUARTO MISTÉRIO
Maria ajuda-nos a compreender Deus. «Nossa Senhora ajuda-nos também a compreender bem Deus, Jesus, a entender bem a vida de Jesus, a vida de Deus, a compreender bem o que é o Senhor, como é o Senhor, quem é Deus. […] O Pai é o Princípio, o Pai, Aquele que criou tudo, que nos criou a nós. […] Jesus vem ensinar-nos a Palavra de Deus. […] E Jesus veio para dar a sua vida por nós. O Pai cria o mundo; Jesus salva-nos. E o que faz o Espírito Santo? Ama-nos! Transmite-nos o amor! […] E é esta é a vida cristã: falar com o Pai, falar com o Filho e falar com o Espírito Santo» (Francisco, Homilia a 26 de maio de 2013).

  • QUINTO MISTÉRIO
Maria ensina-nos a compreender como é Deus. «Jesus salvou-nos, mas também caminha connosco na vida. […] Caminha connosco, ajuda-nos, guia-nos e ensina-nos a ir em frente. E Jesus também nos dá a força para caminhar. Ampara-nos nas dificuldades! Ampara-nos, ajuda-nos e guia-nos. Jesus caminha sempre connosco. […] Ele vem ao nosso encontro. […] Peçamos a Nossa Senhora, a Nossa Senhora nossa Mãe, sempre apressada para nos ajudar, que nos ensine a compreender bem como é Deus: como é o Pai, como é o Filho e como é o Espírito Santo» (Francisco, Homilia a 26 de maio de 2013).

© Laboratório da fé, 2014

Maio 2014 — Mês de Maria: Feliz daquela que acreditou | 4 — pdf

  • ORAÇÃO PARA TODOS OS DIAS > > >
  • TEMA GERAL PARA O MÊS DE MARIA 2014 > > >

Feliz daquela que acreditou
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 4.5.14 | Sem comentários
Categorias: , ,
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários