FELIZ DAQUELA QUE ACREDITOU


Da Carta Encíclica do papa Francisco sobre a fé («Lumen Fidei»), 58: «Em Maria, Filha de Sião, tem cumprimento a longa história de fé do Antigo Testamento, com a narração de tantas mulheres fiéis a começar por Sara; mulheres que eram, juntamente com os Patriarcas, o lugar onde a promessa de Deus se cumpria e a vida nova desabrochava. Na plenitude dos tempos, a Palavra de Deus dirigiu-se a Maria, e Ela acolheu-a com todo o seu ser, no seu coração, para que n’Ela tomasse carne e nascesse como luz para os homens».

Mistérios


  • PRIMEIRO MISTÉRIO
Maria. «Maria ouve os acontecimentos, ou seja, lê os eventos da sua vida, está atenta à realidade concreta e não se limita à superfície, mas vai às profundezas, para compreender o seu significado. […] Maria está atenta ao significado, sabe compreendê-lo: ‘A Deus nada é impossível’ (Lucas 1, 37)» (Francisco, Conclusão do Mês de Maria, 31 de maio de 2013).

  • SEGUNDO MISTÉRIO
Escuta. «Isto é válido também na nossa vida: escuta de Deus que nos fala, e escuta também da realidade quotidiana, atenção às pessoas, aos acontecimentos, porque o Senhor está à porta da nossa vida e bate de muitos modos, lançando sinais ao longo do nosso caminho; dá-nos a capacidade de os ver. Maria é a Mãe da escuta, da escuta atenta de Deus e da escuta igualmente atenta dos acontecimentos da vida» (Francisco, Conclusão do Mês de Maria, 31 de maio de 2013).

  • TERCEIRO MISTÉRIO
Decisão. «Na vida é difícil tomar decisões, e muitas vezes tendemos a adiar, a deixar que outras pessoas decidam por nós, frequentemente preferimos deixar-nos levar pelos acontecimentos, seguir a moda do momento; às vezes sabemos o que devemos levar a cabo, mas não temos a coragem de o fazer, ou parece-nos demasiado difícil porque significa ir contra a corrente» (Francisco, Conclusão do Mês de Maria, 31 de maio de 2013).

  • QUARTO MISTÉRIO
Ação. «Às vezes, limitamo-nos à escuta, à reflexão […] e talvez compreendamos claramente a decisão que devemos tomar, mas não realizamos a passagem para a ação. E sobretudo não nos pomos em jogo […] rumo aos outros para lhes prestar a nossa ajuda, a nossa compreensão e a nossa caridade; para levar, a exemplo de Maria, aquilo que possuímos de mais precioso e que recebemos, Jesus e o seu Evangelho, com a palavra e sobretudo com o testemunho concreto do nosso agir (Francisco, Conclusão do Mês de Maria, 31 de maio de 2013).

  • QUINTO MISTÉRIO
Maria, mulher da escuta, da decisão e da ação. «Maria, mulher da escuta, […] faz com que saibamos ouvir a realidade em que vivemos, cada pessoa que encontramos, especialmente quem é pobre e necessitado, quem se encontra em dificuldade. Maria, Mulher da decisão, […] concede-nos a coragem da decisão, de não nos deixarmos arrastar para que outros orientem a nossa vida. Maria, Mulher da ação, faz com que as nossas mãos e os nossos pés se movam ‘apressadamente’ rumo aos outros, […] para levar ao mundo, como tu, a luz do Evangelho (Francisco, Conclusão do Mês de Maria, 31 de maio de 2013).

© Laboratório da fé, 2014

Maio 2014 — Mês de Maria: Feliz daquela que acreditou | 3 — pdf

  • ORAÇÃO PARA TODOS OS DIAS > > >
  • TEMA GERAL PARA O MÊS DE MARIA 2014 > > >

Feliz daquela que acreditou
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 3.5.14 | Sem comentários
Categorias: , ,
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários