Rezar na Quaresma - Ano A, Edições Salesianas, 2014

Ali, abandonado por todos, tudo parece acabar.
Ao lado de dois criminosos.
Este é o estilo de Deus: fazer-Se presente.
Sentir como suas as dores de toda a humanidade.
Nesta cruz morre Jesus e com Ele estão todas as vítimas,
todos os que sofrem injustiça.
Mas nesta morte atroz não há desespero.
Ainda resta espaço para confiar
no coração de um Deus cheio de misericórdia.

Senhor Jesus, Tu conheces-me. 
Tu ofereceste-me o Evangelho, uma vida nova. 
E eu fiquei com um pé dentro e outro fora.
Tu conheces-me: 
estava ocupado com outras coisas quando Te prenderam. 
Estive a ser sensato 
e calei-me quando todos Te insultavam.
Fui prudente quando tantos Te torturaram.
Não era problema meu 

quando Te condenaram num processo corrupto.
Tu conheces-me. Eu conheço-Te.

Eu sei que, apesar de tudo, 
ainda há amor para mim no Teu coração.

«Rezar na Quaresma - Ano A»
© 2014 Rui Alberto
© 2014 Edições Salesianas

Este texto faz parte do livro «Rezar na Quaresma - Ano A» das Edições Salesianas;
qualquer forma de reprodução ou distribuição deste texto precisa de autorização.

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 18.4.14 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários