PREPARAR O DOMINGO QUINTO

9 DE FEVEREIRO DE 2014


Isaías 58, 7-10

Eis o que diz o Senhor: «Reparte o teu pão com o faminto, dá pousada aos pobres sem abrigo, leva roupa ao que não tem que vestir e não voltes as costas ao teu semelhante. Então a tua luz despontará como a aurora e as tuas feridas não tardarão a sarar. Preceder-te-á a tua justiça e seguir-te-á a glória do Senhor. Então, se chamares, o Senhor responderá, se O invocares, dir-te-á: ‘Aqui estou’. Se tirares do meio de ti a opressão, os gestos de ameaça e as palavras ofensivas, se deres do teu pão ao faminto e matares a fome ao indigente, a tua luz brilhará na escuridão e a tua noite será como o meio-dia».



A tua luz despontará como a aurora


O profeta Isaías diz ao povo de Israel como se deve entender a verdadeira religião. Alguns do povo pensavam que se tinham comportado com zelo religioso e de maneira escrupulosa, mas todos esses esforços não tinham produzido os resultados esperados. Parece que Deus não fez caso dessas devoções, que conviviam perfeitamente com a opressão dos mais débeis.
Isaías só entende a experiência religiosa num vínculo estreito com as necessidades daqueles que estão próximos de nós: os que passam fome, os que não têm casa, os que não têm roupa. A proposta da nova espiritualidade feita pelo profeta é revolucionária: cuidar da alimentação, da casa, do corpo dos outros, dos que estão próximos de nós. Notemos a matiz fundamental: «o teu pão», «dá pousada», «as tuas feridas». Tem que haver um vínculo muito forte entre aquele que dá o que passa necessidade. O resultado desta nova espiritualidade será prodigioso: «A tua luz despontará como a aurora». A luz é sempre sinal da presença de Deus, da «glória do Senhor». Deus está muito perto dos que dão a vida por aqueles que têm necessidade de nós. A recompensa — «a tua noite será como o meio-dia» — é absolutamente inesperada, graça pura de Deus.

© Joan Ferrer, Misa dominical
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2014
A utilização ou publicação deste texto precisa da prévia autorização do autor

Preparar o domingo quinto (Ano A), no Laboratório da fé, 2014

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 5.2.14 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários