PREPARAR O DOMINGO SEGUNDO


João Batista dá testemunho de Jesus: o importante é Jesus, o Filho de Deus. Não teme perder «clientes» em favor de Jesus. João não se prega a si mesmo, com aparências de piedade.
O primordial é a vontade de Deus, mesmo que se esqueçam de mim. Custa-nos entender isto: gostamos de ser reconhecidos, da «palmadinha nas costas», que falem bem de nós... Quando não o fazem ficamos doridos e caímos na crítica fácil. No fundo, estamos mais interessados em nós do que em fazer desinteressadamente o bem ou evangelizar sem recompensa imediata. A atitude do Batista é bem diferente.
Jesus é quem traz a libertação definitiva, também dos nossos egoísmos e egocentrismos. Ele é a resposta definitiva à busca de sentido do ser humano. Somos desafiados a dar testemunho desta realidade e a proclamá-la explicitamente (salmo responsorial): «Proclamei a justiça na grande assembleia, não fechei os meus lábios, Senhor, bem o sabeis».
O mal do mundo é derrotado pela ação libertadora de Jesus — isto é o que proclama João Batista. Esta tem de ser a nossa convicção, o nosso anúncio, o testemunho da nossa vida.

© Javier Velasco-Arias

© La Biblia compartida — blogue de Javier Velasco-Arias y Quique Fernández
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2014
A utilização ou publicação deste texto precisa da prévia autorização do autor



  • Rezar o domingo a partir da evangelho: João 1, 29-34 > > >



Preparar o domingo segundo (Ano A), no Laboratório da fé, 2014
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 16.1.14 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários