PREPARAR O DOMINGO PRIMEIRO DE ADVENTO


Iniciamos um novo tempo de Advento, de espera da vinda do Senhor. Os textos litúrgicos convidam-nos a estar preparados, a uma atitude de expectativa, de vigilância, como a sentinela que vigia sem adormecer. Paulo, na Carta aos Romanos (segunda leitura do primeiro domingo de Advento, Ano A), recorda-nos que a nossa salvação está «próxima» e que a nossa vida deve-se adequar a uma espera próxima da vinda do Senhor. Isto é uma «boa notícia». O evangelho segundo Mateus, na mesma linha, convida-nos a estar sempre preparados, a não adormecermos, a viver na tensão da espera do Senhor.
A nossa existência deve ser uma resposta ao convite de Jesus, uma mudança radical dos nossos critérios e das nossas atitudes. É um convite a sair da mediocridade e a empenharmo-nos — dentro das nossas possibilidades — na mudança: que o mundo seja mais justo; que todos respeitem a dignidade de cada pessoa — independentemente da sua raça, condição social, sexo ou religião —; que cada ser humano considere o outro como seu irmão, todos filhos do mesmo Pai; que nos empenhemos na tarefa de evangelização
Não podemos «deixar para amanhã», porque não sabemos se haverá amanhã: Ele virá sem avisar, como «vem o ladrão». Diz um refrão: «não deixes para amanhã, o que podes fazer hoje».

© Javier Velasco-Arias

© La Biblia compartida — blogue de Javier Velasco-Arias y Quique Fernández
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2013
A utilização ou publicação deste texto precisa da prévia autorização do autor




  • Rezar o domingo a partir da primeira leitura: Isaías 2, 1-5 > > >



Advento, Ano A – Laboratório da fé, 2013
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 29.11.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários