REZAR O DOMINGO PRIMEIRO DE ADVENTO

1 DE DEZEMBRO DE 2013


Isaías 2, 1-5

Visão de Isaías, filho de Amós, acerca de Judá e de Jerusalém: Sucederá, nos dias que hão-de vir, que o monte do templo do Senhor se há-de erguer no cimo das montanhas e se elevará no alto das colinas. Ali afluirão todas as nações e muitos povos acorrerão, dizendo: «Vinde, subamos ao monte do Senhor, ao templo do Deus de Jacob. Ele nos ensinará os seus caminhos e nós andaremos pelas suas veredas. De Sião há-de vir a lei e de Jerusalém a palavra do Senhor». Ele será juiz no meio das nações e árbitro de povos sem número. Converterão as espadas em relhas de arado e as lanças em foices. Não levantará a espada nação contra nação, nem mais se hão-de preparar para a guerra. Vinde, ó casa de Jacob, caminhemos à luz do Senhor.



Ambientação

Começamos o tempo de Advento, tempo de espera.
De entre as muitas formas que há para esperar, assinalo duas:
a de quem espera com medo a chegada do inimigo
e a de quem aguarda a chegada imprevista do amado.

Invoquemos a luz e a força do Espírito Santo.



Leitura

Proclamação de Isaías 2,1-5
Visão de Isaías, filho de Amós, acerca de Judá e de Jerusalém: Sucederá, nos dias que hão-de vir, que o monte do templo do Senhor se há-de erguer no cimo das montanhas e se elevará no alto das colinas. Ali afluirão todas as nações e muitos povos acorrerão, dizendo: «Vinde, subamos ao monte do Senhor, ao templo do Deus de Jacob. Ele nos ensinará os seus caminhos e nós andaremos pelas suas veredas. De Sião há-de vir a lei e de Jerusalém a palavra do Senhor». Ele será juiz no meio das nações e árbitro de povos sem número. Converterão as espadas em relhas de arado e as lanças em foices. Não levantará a espada nação contra nação, nem mais se hão-de preparar para a guerra. Vinde, ó casa de Jacob, caminhemos à luz do Senhor.

Para compreender melhor este texto,
procura cada um dos elementos que se apresentam a seguir
e tenta perceber a sua presença na passagem bíblica:
  • Isaías contempla as caravanas que sobem para Jerusalém para uma festa e sonha com um tempo em que todo o mundo responderá ao convite de Deus;
  • O caminho é de subida, não é fácil, mas a Palavra fascina e seduz;
  • Todos se animam mutuamente;
  • A humanidade transformada renunciará ao uso da violência e se dedicará a utilizar tudo em favor do desenvolvimento humano;
  • Procuremos resumir em poucas palavras: Qual é a mensagem de fé transmitida por este texto?



Meditação

Coloquemo-nos a caminho.
Deixemo-nos atrair pelo convite que a Igreja nos faz para esperar a chegada de Jesus Cristo.
Reflitamos e partilhemos o que esta passagem suscitou em cada um de nós.
Podem ajudar estas perguntas:
  • Que lugar ocupa na minha vida a Palavra de Deus?
  • É força e orientação para o caminho?
  • Como é que o sonho de Isaías nos pode ajudar a viver este Advento?



Oração

A liturgia abre com estas palavras:
«Despertai, Senhor, nos vossos fiéis
a vontade firme de se prepararem,
pela prática das boas obras,
para ir ao encontro de Cristo».
Cristo vem!
Dirijamo-nos a ele,
ansiando a sua vinda
a nós e ao nosso mundo.

Proclamamos de novo o texto de Isaías 2,1-5

Depois de um tempo de silêncio,
partilhamos a nossa oração com os outros membros do grupo.
Depois de cada intervenção, dizemos: «Vem, Senhor Jesus!».

Podemos terminar recitando juntos o salmo responsorial (Salmo 121 [122]):


Vamos com alegria para a casa do Senhor.

Alegrei-me quando me disseram:
«Vamos para a casa do Senhor».
Detiveram-se os nossos passos
às tuas portas, Jerusalém.

Para lá sobem as tribos, as tribos do Senhor,
segundo o costume de Israel,
para celebrar o nome do Senhor;
ali estão os tribunais da justiça,
os tribunais da casa de David.

Pedi a paz para Jerusalém:
«Vivam seguros quantos te amam.
Haja paz dentro dos teus muros,
tranquilidade em teus palácios».

Por amor de meus irmãos e amigos,
pedirei a paz para ti.
Por amor da casa do Senhor,
pedirei para ti todos os bens. 



As ruas adornam-se de luzes, as lojas comerciais preparam-se para as vendas, as casas enchem-se de doces e presentes. Nós, cristãos, o que esperamos? Aguardamos a vinda de quem? Como?
Aguardamos, com alegria e esperança, que tudo seja «tocado por Deus». Começamos por escutar a Palavra e por acolhê-la, preparando-lhe um lugar na nossa vida. Depois, contaremos a todos, como os pastores e os Magos, que fomos tocados. Dir-lhes-emos que nos empenhamos em percorrer o caminho que nos apartava de Deus quando ele já tinha percorrido o caminho em direção a nós.
O mundo ficará «tocado por Deus» porque «ele nos amou primeiro».



© www.verbodivino.es
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2013

Rezar o domingo primeiro de Advento (Ano A), no Laboratório da fé, 2013
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 29.11.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários