A porta da fé [11]


Estamos a cinco semanas de concluir o Ano da Fé, que se iniciou em outubro de 2012 e terminará em novembro de 2013. Semanalmente, apresentamos um número da Carta Apostólica do papa Bento XVI com a qual proclamou o Ano da Fé — «A porta da fé» («Porta Fidei»). E juntamos uma proposta de reflexão elaborada por Pedro Jaramillo. O objetivo é dar um contributo para uma avaliação mais cuidada sobre a forma como estamos a viver o Ano da Fé. Bom proveito!

Para chegar a um conhecimento sistemático da fé, todos podem encontrar um subsídio precioso e indispensável no Catecismo da Igreja Católica. Este constitui um dos frutos mais importantes do II Concílio do Vaticano. Na Constituição apostólica Fidei depositum – não sem razão assinada na passagem do trigésimo aniversário da abertura do II Concílio do Vaticano – o Beato João Paulo II escrevia: «Este catecismo dará um contributo muito importante à obra de renovação de toda a vida eclesial (...). Declaro-o norma segura para o ensino da fé e, por isso, instrumento válido e legítimo ao serviço da comunhão eclesial» [21].
É precisamente nesta linha que o Ano da Fé deverá exprimir um esforço generalizado em prol da redescoberta e do estudo dos conteúdos fundamentais da fé, que têm no Catecismo da Igreja Católica a sua síntese sistemática e orgânica. Nele, de facto, sobressai a riqueza de doutrina que a Igreja acolheu, guardou e ofereceu durante os seus dois mil anos de história. Desde a Sagrada Escritura aos Padres da Igreja, desde os Mestres de teologia aos Santos que atravessaram os séculos, o Catecismo oferece uma memória permanente dos inúmeros modos em que a Igreja meditou sobre a fé e progrediu na doutrina para dar certeza aos crentes na sua vida de fé.
Na sua própria estrutura, o Catecismo da Igreja Católica apresenta o desenvolvimento da fé até chegar aos grandes temas da vida diária. Repassando as páginas, descobre-se que o que ali se apresenta não é uma teoria, mas o encontro com uma Pessoa que vive na Igreja. Na verdade, a seguir à profissão de fé, vem a explicação da vida sacramental, na qual Cristo está presente e operante, continuando a construir a sua Igreja. Sem a liturgia e os sacramentos, a profissão de fé não seria eficaz, porque faltaria a graça que sustenta o testemunho dos cristãos. Na mesma linha, a doutrina do Catecismo sobre a vida moral adquire todo o seu significado, se for colocada em relação com a fé, a liturgia e a oração.

[21] Const. ap. Fidei depositum (11 de Outubro de 1992): AAS 86 (1994), 115 e 117

A porta da fé [Carta Apostólica para o Ano da Fé - «Porta Fidei»]

  • A porta da fé — números publicados no Laboratório da fé > > >



Aspetos que se podem sublinhar

  • O Catecismo da Igreja Católica é uma ajuda preciosa e indispensável. Um dos frutos mais importantes do II Concílio do Vaticano. Um contributo importantíssimo na obra de renovação eclesial. 
  • No Ano da Fé, temos um compromisso unânime para redescobrir e estudar os conteúdos fundamentais do Catecismo, que oferece uma memória permanente dos diferentes modos, pelos quais a Igreja meditou sobre a fé e progrediu na doutrina.
  • A sua estrutura aborda até os grandes temas da vida quotidiana... Tudo o que se apresenta não é teoria, mas encontro com uma Pessoa que vive na Igreja... Os ensinamentos do Catecismo sobre a vida moral adquirem pleno sentido quando se colocam em relação com a fé, a liturgia e a oração.

Interiorizando

  • A minha relação com o Catecismo da Igreja. A consciência da sua importância para a renovação da vida da Igreja. Em que aspetos fundamentais percebo essa importância? Tenho-o? Já o estudei? Tenho confrontado os meus conteúdos de fé com os conteúdos transmitidos pelo Catecismo?

  • Ano da Fé e Catecismo da Igreja Católica. Como acolho o convite para estudar os temas fundamentais do Catecismo? Que relação possui com a fé da Igreja através dos tempos? Reconheço-o inserido dentro da corrente da história de fé eclesial ou, para mim, é um texto frio, destinado ao puro conhecimento de verdades?

  • Compreendo os elementos pedagógicos da estrutura em que está construído o Catecismo? Revejo essa estrutura e procuro perceber o fio condutor.

© Pedro Jaramillo
© Tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2013

Partilha connosco a tua reflexão!


Bento XVI, Carta Apostólica «A porta da fé»
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 24.10.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários