Carta encíclica sobre a fé [41]


A transmissão da fé verifica-se, em primeiro lugar, através do Batismo. Poderia parecer que este sacramento fosse apenas um modo para simbolizar a confissão de fé, um ato pedagógico para quem precise de imagens e gestos, e do qual seria possível fundamentalmente prescindir. Mas não é assim, como no-lo recorda uma palavra de São Paulo: «Pelo Batismo fomos sepultados com Cristo na morte, para que, tal como Cristo foi ressuscitado de entre os mortos pela glória do Pai, também nós caminhemos numa vida nova» (Romanos 6, 4); nele, tornamo-nos nova criatura e filhos adotivos de Deus. E mais adiante o Apóstolo diz que o cristão foi confiado a uma «forma de ensino» («typos didachés»), a que obedece de coração (cf. Romanos 6, 17): no Batismo, o ser humano recebe também uma doutrina que deve professar e uma forma concreta de vida que requer o envolvimento de toda a sua pessoa, encaminhando-a para o bem; é transferido para um novo âmbito, confiado a um novo ambiente, a uma nova maneira comum de agir, na Igreja. Deste modo, o Batismo recorda-nos que a fé não é obra do indivíduo isolado, não é um ato que o ser humano possa realizar contando apenas com as próprias forças, mas tem de ser recebida, entrando na comunhão eclesial que transmite o dom de Deus: ninguém se batiza a si mesmo, tal como ninguém vem sozinho à existência. Fomos batizados.

A luz da fé [Carta Encíclica sobre a fé - «Lumen Fidei»]
A luz da fé [Carta Encíclica sobre a fé - «Lumen Fidei»] — pdf

  • A luz da fé — números publicados no Laboratório da fé > > >



Refletir... saborear

  • O Batismo é um meio de transmissão da fé
  • O Batismo não é apenas um modo de simbolizar a confissão da fé
  • O Batismo não é apenas um ato pedagógico
  • Pelo Batismo, tornamo-nos novas criaturas
  • Pelo Batismo, tornamo-nos filhos adotivos de Deus
  • No Batismo, recebemos uma doutrina 
  • No Batismo, recebemos uma forma concreta de vida
  • No Batismo, está envolvida a totalidade da pessoa
  • Pelo Batismo, somos introduzidos num novo ambiente
  • Pelo Batismo, somos introduzidos numa nova maneira comum de agir
  • Pelo Batismo, tornamo-nos membros da Igreja
  • O Batismo recorda que a fé não é um ato isolado
  • O Batismo recorda que a fé  é recebida na comunhão eclesial
  • Ninguém se batiza a si mesmo
  • Que importância tem a celebração do Batismo?
  • O que acontece, no indivíduo, pelo Batismo?
  • O Batismo interfere na vida, na maneira de viver?
  • Que relação existe entre o Batismo e a Igreja?
  • É possível dizer que a fé como um ato isolado, apenas pessoal?
© Laboratório da fé, 2013

Partilha connosco a tua reflexão!


Papa Francisco, Carta Encíclica sobre a fé (Lumen Fidei — A luz da fé)
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 21.9.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários