PREPARAR O DOMINGOvigésimo segundo domingo


A experiência de felicidade para a qual Jesus convida todo o homem, toda a mulher, é realmente admirável, porque vai contra o bom senso e o que é facilmente admitido no nosso mundo.
Em primeiro lugar, a felicidade não é uma experiência que se vive só ou voltado para si próprio. Não tem nada a ver com a felicidade que se encontra na degustação de um doce ou na leitura de um bom romance. Estas experiências de felicidade são essenciais ao equilíbrio da vida, mas a dinâmica do Reino de Deus é diferente.
Depois, a experiência fundamental é a do dom ao outro. Dar. Despojar-se de qualquer coisa em benefício de alguém. Oferecer um pouco do que se tem para que outros possam também desfrutar. Para Jesus, há mais alegria em dar do que em receber. Isto não é assim tão frequente...
Enfim, sobretudo, a experiência proposta por Jesus consiste em dar sem esperar nada em troca. Assim, o ideal consiste em dar aos pobres, isto é, a quem já nem tem forças para pedir tal é a vergonha, e que nunca, nunca, poderão, verdadeiramente nunca poderão retribuir.
Ah, meu Deus, que felicidade!

© Thierry Lamboley — www.versdimanche.com
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2013
A utilização ou publicação deste texto precisa da prévia autorização do autor




  • Reflexão diária a partir do evangelho > > >
  • Duas atitudes: humildade e hospitalidade > > >
  • Lucas 14, 1.7-14 — notas exegéticas > > >
  • Repara, em casa, o que acontece à mesa > > >
  • Quando fores convidado para um banquete nupcial > > >
  • Uma lição de humildade > > >
  • Convida os pobres > > >



Preparar o vigésimo segundo domingo, ano C, no Laboratório da fé
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 30.8.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários