PROPOSTA PARA O DÉCIMO SEXTO DOMINGO


Ao longo de várias semanas, seguindo a proposta de Miquel Raventós, na revista «Misa dominical», sugerimos um texto relacionado com o II Concílio do Vaticano para ser lido na eucaristia dominical: no final da homilia ou no silêncio da comunhão ou quando parecer mais oportuno...

Sublinhamos dois fragmentos do discurso de Paulo VI, na abertura do terceiro período conciliar, no dia 14 de setembro de 1964. O primeiro assinala o que representa o Concílio para os padres conciliares: «O Concílio representa para nós um momento de profunda docilidade interior, momento de adesão perfeita e filial à palavra do Senhor, momento de tensão fervorosa, de súplica e de amor, momento de embriaguez espiritual. Que bem se aplicam ao acontecimento singular, que estamos a realizar, as expressões poéticas de S. Ambrósio: 'Bebamos com alegria a embriaguez sóbria do espírito'».
Mais adiante encontramos esta referência, ainda hoje surpreendente, sobre a centralização romana: «A centralização será sempre moderada e encontrará compensação no cuidado atento de se fornecerem aos pastores locais as faculdades convenientes e os serviços úteis. A centralização nada tem de artifício para exaltar; é apenas serviço, irmãos, é interpretação do espírito unitário e hierárquico da Igreja; é o ornamento, a força e a beleza inerentes à promessa de Cristo, que Ele vai concedendo à sua Igreja, conforme os tempos o permitem». Cinquenta anos depois ainda nos surpreendemos com estas palavras!
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2013



  • Outros textos relacionados com esta proposta
    [1[2[3] [4] [5] [6] [7]

Ano da fé (2012-2013), Papa Francisco
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 20.7.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários