Terça-feira da oitava semana


Evangelho segundo Marcos 10, 28-31

Naquele tempo, Pedro começou a dizer a Jesus: «Vê como nós deixámos tudo para Te seguir». Jesus respondeu: «Em verdade vos digo: Todo aquele que tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos ou terras, por minha causa e por causa do Evangelho, receberá cem vezes mais, já neste mundo, em casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e terras, juntamente com perseguições, e, no mundo futuro, a vida eterna. Muitos dos primeiros serão os últimos e muitos dos últimos serão os primeiros».

Receberá cem vezes mais

Jesus Cristo propõe uma liberdade total (e até radical) perante todas as coisas e pessoas. Não há nada maior do que seguir Jesus Cristo e o Evangelho. Quem o fizer tem a garantia dada pelo próprio Jesus Cristo: «Receberá cem vezes mais».
A importância do desprendimento em relação a tudo e a todos não é uma mera cláusula para ser discípulo. O que Jesus Cristo propõe aos discípulos é a sua própria maneira de viver, o seu estilo de vida. Ele deixou a sua família, a sua casa, a sua aldeia, o seu trabalho, deixou tudo por causa do Evangelho. 
Deixar tudo para seguir Jesus Cristo não se reduz apenas à privação de bens e da companhia das pessoas, de tudo o que nos possa dar segurança e satisfação na vida. Não se trata apenas de abandonar, mas de assumir este estilo de vida de Jesus Cristo, as suas convicções, os seus costumes, o sua maneira de se relacionar com as pessoas, os valores fundamentais da sua vida.
Nada nem ninguém pode ser um impedimento para viver o Evangelho, para seguir Jesus Cristo. A liberdade para servir o Evangelho é fundamental! Uma liberdade total: para dizer a verdade; para denunciar a injustiça; para defender os marginalizados; para estar ao serviço dos outros; para não ceder às tentações do poder; para amar sem limites. 
Com esta liberdade total ao serviço do Evangelho, talvez se perca muita coisa no mundo e na sociedade. Mas a promessa de Jesus Cristo é mais ousada: «Receberá cem vezes mais».

© Laboratório da fé, 2013

Santíssima Trindade e oitava semana, no Laboratório da fé, 2013
Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 28.5.13 | 2 comentários
Categorias:
2 comentários:
  1. Concordo plenamente este é o verdadeiro evangelho! mas ao mesmo tempo sou e poderia até mesmo dizer somos totalmente opostos a ele, sim todos somos contra o evangelho não suportamos mais ele pois no nosso mundo atual se o seguirmos irão nos acusar de fanaticos...imagine um pai de familia que decidiu obedecer ao chamado do senhor e está disposto a até mesmo perder sua vida por amor do verdadeiro evangelho, e que por conta disso seus filhos começam a padecer necessidades e os outros começam a acusa-lo por causa disso oque voce faria? veja o peso deste evangelho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Walace Lima pelo seu comentário. A vida não é apenas preto e branco, é colorida. E o Evangelho de Jesus Cristo também. Estamos sempre a ser interpelados por ele. E quando nos deixamos interpelar... começamos a «ler» a vida de uma forma nova, renovada.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários