A Virgem Maria e a Igreja


A Virgem Maria, que na anunciação do Anjo recebeu o Verbo no coração e no seio, e deu ao mundo a Vida, é reconhecida e honrada como verdadeira Mãe de Deus Redentor. Remida dum modo mais sublime, em atenção aos méritos de seu Filho, e unida a Ele por um vínculo estreito e indissolúvel, foi enriquecida com a excelsa missão e dignidade de Mãe de Deus Filho; é, por isso, filha predileta do Pai e templo do Espírito Santo, e, por este insigne dom da graça, leva vantagem á todas as demais criaturas do céu e da terra (Constituição Dogmática sobre a Igreja — «Lumen Gentium», 53).

Mistérios a partir do texto da «Lumen Gentium»


  • PRIMEIRO MISTÉRIO: A ANUNCIAÇÃO DO ANJO
A Anunciação do anjo a Maria é um ponto culminante na História da Salvação. Deus cumpre as suas promessas. «A Anunciação a Maria inaugura a ‘plenitude dos tempos’, isto é, o cumprimento das promessas e dos preparativos. Maria é convidada a conceber Aquele em quem habitará ‘corporalmente toda a plenitude da Divindade’» — afirma o Catecismo da Igreja Católica (número 484). O anjo simboliza a presença de Deus. E Maria acolhe essa presença «no coração e no seio».

  • SEGUNDO MISTÉRIO: A DÁDIVA DA VIDA
«Bendita por Deus entre todas as mulheres, por Vós recebemos o Autor da vida» — reza a Igreja numa das antífonas da Liturgia das Horas do Comum de Nossa Senhora. Na oração da «Ave maria» fazemos memória deste acontecimento crucial da nossa fé. O Verbo fez-se carne para habitar entre nós, para nos fazer participantes da vida divina, para conhecermos o amor do Pai. A participação neste amor deu a Maria a força necessária para proclamar o seu «sim». E tornou-se «bendita entre todas as mulheres».

  • TERCEIRO MISTÉRIO: A MÃE DO REDENTOR
A qualificação de Mãe de Deus é o apelativo fundamental com o qual a Comunidade dos crentes honra, poderíamos dizer, desde sempre a Virgem Santa. Ela exprime bem a missão de Maria na história da salvação. Todos os outros títulos atribuídos a Nossa Senhora encontram o seu fundamento na sua vocação para ser Mãe do Redentor, a criatura humana eleita por Deus para realizar o plano de salvação, centrado no grande mistério da encarnação do Verbo (Bento XVI, Audiência Geral de 2 de janeiro de 2008).

  • QUARTO MISTÉRIO: A FILHA PREDILETA DO PAI
Em Maria, filha predileta do Pai, manifestou-se o desígnio divino de amor pela humanidade. Ao destiná-la a tornar-se a mãe de seu Filho, o Pai escolheu-a entre todas as criaturas e elevou-a à mais alta dignidade e missão ao serviço do seu povo. A alegria própria do Pai, que consiste em ter junto de Si o Filho, é oferecida a todos, mas antes de tudo é confiada a Maria para que dela se difunda na comunidade humana (João Paulo II, Audiência Geral de 5 de janeiro de 2000).

  • QUINTO MISTÉRIO: O TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO
Maria não precisa de alterar nada na sua vida. Ela é convidada a deixar-se habitar pelo Espírito Santo. É o poder criador de Deus que faz a sua habitação no seio de Maria. E assim, Maria pode acolher, «no coração e no seio», o Filho de Deus. Aberta totalmente à ação do Espírito Santo, Maria entrega a Deus a possibilidade de a cumular com o seu amor. Entreguemos também nós o nosso corpo a Deus, tornemos o nosso corpo cada vez mais um instrumento do amor de Deus, um templo do Espírito Santo!

  • ORAÇÃO PARA TODOS OS DIAS > > >
  • TEMA GERAL DO MÊS DE MARIA 2013 > > >
© Laboratório da fé, 2013

Maio, mês de Maria, 2013 — Laboratório da fé

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 5.5.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários