Ao ritmo da liturgia [no Ciclo C de Cortés (RD-Herder)]


 Segunda semana
de Páscoa

O cristão tem uma vida «ressuscitada»


A vida do cristão, a vida «ressuscitada», não pode ser como a das outras pessoas; tem de ser uma vida vivida em paz (DOMINGO: «A paz esteja convosco»); uma paz que se alimenta da presença constante de Deus (SEGUNDA: «O Senhor está contigo»). Tem de ser um re-nascimento diário (TERÇA: «Não te admires por Eu te haver dito que todos devem nascer de novo»), como pessoas salvas, isto é, pessoas que conhecem bem o sentido profundo das suas vidas (QUARTA: «Quem pratica a verdade aproxima-se da luz») e possuem desde já uma vida eterna, total (QUINTA: «Quem acredita no Filho tem a vida eterna»). Pessoas cuja vida se multiplica como o pão de cada dia (SEXTA: «Comeram quanto quiseram») e descartam os temores básicos que aterrorizam o resto da gente (SÁBADO: «Sou Eu. Não temais»).

Nesta semana, meditamos sobre a mais valia em ter uma vida «ressuscitada».

© José Luis CortésEl ciclo C, Herder Editorial
© tradução e adaptação de Laboratório da fé, 2013
A utilização ou publicação deste texto precisa da prévia autorização do autor

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 8.4.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários