Quinta-feira da segunda semana de Páscoa

Evangelho segundo João 3, 31-36

Naquele tempo, disse Jesus a Nicodemos: «Aquele que vem do alto está acima de todos; quem é da terra, à terra pertence e da terra fala. Aquele que vem do Céu dá testemunho do que viu e ouviu; mas ninguém recebe o seu testemunho. Quem recebe o seu testemunho confirma que Deus é verdadeiro. De facto, Aquele que Deus enviou diz palavras de Deus, porque Deus dá o Espírito sem medida. O Pai ama o Filho e entregou tudo nas suas mãos. Quem acredita no Filho tem a vida eterna. Quem se recusa a acreditar no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele».

Quem acredita no Filho tem a vida eterna

Jesus Cristo é a revelação do Pai, a revelação de Deus. Dizer que o Pai «ama o Filho e entregou tudo nas suas mãos» é dizer que o Pai não reservou nada para si, mas dá-se todo em Jesus Cristo. Por isso, em Jesus Cristo, ficamos a conhecer quem é o Pai, quem é Deus. Esta é a missão do Filho: enviado pelo Pai para nos dar a conhecer a vida de Deus. 
O evangelho segundo João é uma reflexão teológica sobre Cristo. Os outros evangelhos (Marcos, Mateus e Lucas) são mais históricos, relatam acontecimentos da vida de Jesus. O autor deste (quarto) evangelho faz uma reflexão (mais profunda) sobre Jesus Cristo e as consequências para a vida do discípulo, do cristão.
«Quem acredita no Filho tem a vida eterna». Acreditar em Jesus Cristo é confiar nele, é acolhê-lo sem reservas. Acreditar em Jesus Cristo é assumir o seu estilo de vida. O cristão assume uma vida «ressuscitada», isto é, dispõe-se, em cada manhã, a renascer para essa vida total, «vida eterna»

© Laboratório da fé, 2013

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 11.4.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários