Anunciação a Maria, no tempo de Páscoa: segunda-feira da segunda semana de Páscoa


Evangelho segundo Lucas 1, 26-38

Naquele tempo,o Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um homem chamado José, que era descendente de David. O nome da Virgem era Maria. Tendo entrado onde ela estava, disse o Anjo: «Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo». Ela ficou perturbada com estas palavras e pensava que saudação seria aquela. Disse-lhe o Anjo: «Não temas, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Conceberás e darás à luz um Filho, a quem porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo. O Senhor Deus Lhe dará o trono de seu pai David; reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim». Maria disse ao Anjo: «Como será isto, se eu não conheço homem?». O Anjo respondeu-lhe: «O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso o Santo que vai nascer será chamado Filho de Deus. E a tua parenta Isabel concebeu também um filho na sua velhice e este é o sexto mês daquela a quem chamavam estéril; porque a Deus nada é impossível». Maria disse então: «Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra».

O Senhor está contigo

O anúncio do mensageiro de Deus a Maria celebra-se habitualmente no dia 25 de março (nove meses antes do Natal, dia da comemoração do nascimento de Jesus Cristo). Acontece que, este ano, o dia 25 de março coincidiu com os dias da Semana Santa. Por isso, a festa é adiada para a segunda-feira da segunda semana de Páscoa (hoje).
As palavras do anjo dirigidas a Maria revelam um acontecimento ímpar na história das religiões; mas também proporcionam um acontecimento novo que se repete em todos os humanos.

Incarnação

A Incarnação é um dos mistérios fundamentais da fé cristã. Por nós e para nossa salvação — tal como dizemos no Credo — Deus, através de Jesus Cristo, «entra na nossa 'carne', isto é, assume a natureza humana. [...] Esta união entre a natureza divina e a natureza humana numa única Pessoa (Jesus Cristo) tem o nome de 'encarnação' ou 'incarnação'. A partir daqui é preciso ter consciência de que se trata de uma realidade que, por mais esforço que possamos fazer, nunca compreenderemos na totalidade; e nunca conseguiremos expressá-la com aquela máxima clareza reclamada pelo pensamento moderno» (cf. Laboratório da fé: «E encarnou pelo Espírito Santo»).
A página da Anunciação, tal como nos conta Lucas, é uma das mais expressivas e poéticas da nossa fé. Vê-se claramente a iniciativa de Deus; e a resposta de uma humilde jovem israelita, como representante de todo o povo do Antigo Testamento. e também como representante de todos os que continuam a responder positivamente ao plano salvador de Deus. 

Humildade

Deus diz «sim» à Humanidade. E a Humanidade, através de Maria, responde «sim» à proposta de Deus. Do encontro destes dois «sim» nasce, por acção do Espírito Santo, o Salvador, o Deus connosco. O Filho de Deus torna-se a Palavra do Pai que assume a nossa humanidade.
O «sim» de Deus e de Maria está carregado de humildade. No primeiro «sim» está a humildade de Deus que decide assumir a nossa «carne», participar humanamente na nossa história. No segundo, está a humildade de Maria que aceita o desafio como «escrava» (serva), sem compreender totalmente o alcance do acontecimento salvador. Este é o único caminho possível para o cristão: a humildade. Por isso, «humilde não é aquele que caminha cabisbaixo pelas ruas, mas o que segue o caminho da humildade indicado por Deus» (Papa Francisco).

Alegria de uma vida «ressuscitada»

«O Senhor está contigo» agora é uma afirmação dirigida a todos os humanos. Graças a Jesus Cristo, também nós podemos acolher Deus na nossa vida, com humildade e com alegria. Saber que o Senhor está connosco é uma grande fonte de alegria. Nesse sentido, podemos dizer que o cristão está «grávido» de Deus. E como tal, esta «gravidez» tem de se notar na nossa vida: uma vida «ressuscitada».

© Laboratório da fé, 2013

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 8.4.13 | Sem comentários
Categorias: ,
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários