— palavra para quarta-feira da segunda semana —



— Evangelho segundo Marcos 3, 1-6

Jesus entrou de novo na sinagoga, onde estava um homem com uma das mãos atrofiada. Os fariseus observavam Jesus para verem se Ele ia curá-lo ao sábado e poderem assim acusá-l’O. Jesus disse ao homem que tinha a mão atrofiada: «Levanta-te e vem aqui para o meio». Depois perguntou-lhes: «Será permitido ao sábado fazer bem ou fazer mal, salvar a vida ou tirá-la?». Mas eles ficaram calados. Então, olhando-os com indignação e entristecido com a dureza dos seus corações, disse ao homem: «Estende a mão». Ele estendeu-a e a mão ficou curada. Os fariseus, porém, logo que saíram dali, reuniram-se com os herodianos para deliberarem como haviam de acabar com Ele.

— Entristecido com a dureza dos seus corações

O cumprimento (fanático) das leis sabáticas volta a ser o tema do episódio narrado no evangelho segundo Marcos (cf. ontem, terça-feira da primeira semana). A posição de Jesus já era conhecida. A religião, a observância das leis religiosas só tem sentido se for para dignificar o ser humano. E nunca para marginalizar ou oprimir o ser humano. 
Mas os fundamentalistas não estão dispostos a ceder. Por isso, os fariseus ficam atentos às ações de Jesus para verem se ia curar aquele homem com uma das mãos atrofiadas. Não lhes interessa o bem estar da pessoa ou a sua dignidade. O que está em causa é a denúncia e não a ajuda!
A liberdade de Jesus é soberana, exemplar. Uma liberdade ao serviço da misericórdia, ao serviço do humano. A saúde e a felicidade são valores fundamentais. Acima de qualquer outra coisa. Até da religião! 
Jesus também não fica indiferente à atitude dos fundamentalistas. O relato manifesta a indignação e a tristeza de Jesus perante tais atitudes contrárias ao bem do ser humano. «Entristecido com a dureza dos seus corações». O «vinho» novo, a ótima «bebida» que Jesus tem para oferecer não pode ficar guardada em corações duros, incapazes de se compadecerem dos outros, desculpando-se com as normas religiosas. Este problema continua por resolver... também nas igrejas cristãs e entre os cristãos!

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 23.1.13 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários