— palavra para quinta-feira, 27 de dezembro — S. João, Evangelista —

— Envagelho segundo João 20, 2-8

No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ter com Simão Pedro e com o discípulo predilecto de Jesus e disse-lhes: «Levaram o Senhor do sepulcro e não sabemos onde O puseram». Pedro partiu com o outro discípulo e foram ambos ao sepulcro. Corriam os dois juntos, mas o outro discípulo antecipou-se, correndo mais depressa do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro. Debruçando-se, viu as ligaduras no chão, mas não entrou. Entretanto, chegou também Simão Pedro, que o seguira. Entrou no sepulcro e viu as ligaduras no chão e o sudário que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não com as ligaduras, mas enrolado à parte. Entrou também o outro discípulo que chegara primeiro ao sepulcro: viu e acreditou.

— Viu e acreditou

A alegria do Natal estende-se à festa do apóstolo e evangelista João. Ontem, celebrámos a memória do primeiro mártir cristão. Hoje, celebramos a memória do último dos Apóstolos. Se quisermos estabelecer uma lógica nesta sequência em contexto natalício, podemos dizer que a seguir a Jesus Cristo está aquele que dá a vida por Jesus (Estêvão) e aquele que dá testemunho de Jesus (João).
Celebrar a alegria do nascimento de Jesus é assumir o compromisso de dar a vida por Jesus Cristo e testemunhar a fé! Para ser verdadeiramente cristão, é preciso estar disposto a dar a vida em nome de Jesus Cristo e comprometer-se no testemunho da fé. O Papa Bento XVI confirma-o ao proclamar este Ano da Fé: «A renovação da Igreja realiza-se também através do testemunho prestado pela vida dos crentes: de facto, os cristãos são chamados a fazer brilhar, com a sua própria vida no mundo, a Palavra de verdade que o Senhor Jesus nos deixou. [...] O Ano da Fé é convite para uma autêntica e renovada conversão ao Senhor, único Salvador do mundo» («A Porta da Fé», 6).
Apesar de termos como (quase) unânime a não correspondência entre o apóstolo e o evangelista, o importante para este dia é assinalar a importância do evangelho segundo João para conhecer Jesus como Revelador de Deus: conhecer Jesus é conhecer Deus, ver Jesus é ver Deus, estar com Jesus é estar com Deus, amar Jesus é amar a Deus. Na perspetiva global do evangelista, a principal característica de Jesus (e de Deus) é a bondade, o amor. A Igreja e os cristãos não dão a conhecer Deus aos outros através de dogmas. Dás a conhecer Deus através da tua bondade, do teu amor para com os outros!

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 27.12.12 | Sem comentários
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários