Os pais tinham-lhe dado o nome de Maria.
O anjo chama-a “cheia de graça”.
Ela chama-se a si mesma, “serva do Senhor”.
No teu bilhete de identidade
está o nome que os teus pais te deram.
Que nome te chama Deus?
Que nome escolhes para ti mesmo?

Nesta intimidade contigo,
Senhor Deus, 
vou descobrindo, como Maria, 
que fazer a tua vontade 
não é alienação, 
não é perda de tempo, 
nem escravatura. 
Ensina-me a viver em cada dia 
confiado no teu Evangelho 
de vida e de alegria.

«Rezar no Advento»
© Rui Alberto
© Edições Salesianas

— Este texto faz parte do livro «Rezar no Advento» das Edições Salesianas,
a quem agradecemos a autorização para publicar no «Laboratório da fé»;
qualquer forma de reprodução ou distribuição deste texto precisa de autorização —

Postado por Marcelino Paulo Ferreira | 8.12.12 | Sem comentários
Categorias:
0 comentários:
Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Recentes
  • Arquivo
  • Comentários